Croissant Brioche

©
4.62 a partir de 39 votos
Guardar Imprimir
Copiar Link Link Copiado !
icon-muesli Prato Bolos, Folhados, Sobremesas
icon-kitchen-robot Tipo de Robot TM31, TM5, TM6
Dificuldade Fácil
Preparação 1 hora 15 minutos
Robot 8 minutos
Total 1 hora 23 minutos
Doses 12

Ingredientes

Massa
Finalizar
  • 1 Ovo p/ pintar

Instruções

Massa
  • Colocar no copo, o leite, a água, o sal, o fermento e programar 2 min/37ºC/vel 2
  • Colocar os restantes ingredientes e programar 30 seg/vel 3 e de seguida programar 5 min/vel Espiga (TM31: Copo Fechado/ Espiga). Verificar se massa não fica mole, se ficar é necessário adicionar um pouco farinha q.b.
  • Retirar a massa do copo, fazer uma bola. Reservar massa descansar pelo menos 20 minutos.
Finalizar
  • Esticar a massa e cortar em forma de triângulos.
  • Enrolar os croissant deixar levedar cerca 30 minutos.
  • Pré-aquecer o forno a 180ºC.
  • Pintar com ovo inteiro.
  • Levar ao forno a 180ºC cerca 20 a 25 minutos.

Parceria com o Blog

Poderá gostar...

4 Responses

  1. Olá,
    Queria fazer os croissants para o pequeno almoço. Seria possível fazê-los de noite, seguir todos os passos até formar os croissants e depois colocar no frigorífico. Para retirar do frigorífico de manhã, deixar levedar a segunda vez e colocar no forno. Pode-se fazer assim?
    Muito obrigado

  2. Jessica Cardoso diz:

    Ola, queria fazer está receita, mas queria experimentar com farinha sarraceno, será que posso fazer ? Obrigada

    • Nada como testar, vamos sempre aprendendo com tentativas e erros.

    • Majo Marques diz:

      Boa tarde. Acabei de ler o seu comentário e embora tenha sido feito há muitos meses (e por isso não sei se já experimentou fazer a alteração de farinha de trigo para farinha de sarraceno), deixo aqui uma informação: o trigo sarraceno (ou trigo mourisco ou trigo negro) de trigo só tem o nome, ou seja, é um pseudo-cereal e não tem gluten. O gluten é que dá elasticidade às massas levedas e liga às massa de bolo. Ou seja, se substituir o trigo normal pelo sarraceno nunca vai obter o mesmo resultado, a massa não vai ter elasticidade, não vai ter liga. Para conseguir um resultado aproximado (porque mesmo com mistura de farinhas prontas industriais o resultado nunca é igual) tem de misturar outras farinhas ao sarraceno, nomeadamente amidos (de batata, milho, mandioca, araruta e outros) e uma goma para dar mais liga (goma de guar, goma xantana ou outras). Mesmo com o acréscimo de amido e de goma, é preciso ter em mente que nunca vai conseguir o resultado que teria com a farinha de trigo. 🙂
      Ah! Experiência e conselho de quem faz pão e bolos sem gluten há mais de 4 anos. 😉

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

you're currently offline

%d bloggers like this: