Arroz Cremoso, Solto ou Malandinho – Saiba como Escolher o Grão Certo

Loading...

De Grão Curto

Arroz para sushi

Com elevado teor de amido, apresenta uma textura pegajosa, sendo ideal para dar consistência ao rolo de sushi, como o que sugerimos na página ao lado, e outras receitas da culinária japonesa. O segredo de um bom sushi está também em conseguir o ponto de cozedura ideal e a combinação perfeita entre vinagre e açúcar.

Arroz para risoto

É o preferido dos italianos. Os mais comuns são o arbóreo ou camaroli. Absorvem bem a água e os sabores dos ingredientes. Depois de cozinhado apresenta um resultado cremoso. É ideal para receitas de risoto como o de alcachofra. Segredo de um risoto perfeito: vinho e queijo!

Carolino

Muito usado nas receitas tradicionais portuguesas, apresenta uma consistência gomosa, sendo ideal para acompanhar receitas com molho e fazer o popular arroz “malandrinho”, como é o caso do arroz malandro de nabiças. Indicado também para sobremesas como o tão apreciado arroz-doce que, nesta edição, reinventámos num surpreendente pudim de arroz-doce.

Afinal o que é arroz “malandrinho” ?

É um arroz cozinhado num caldo abundante, de forma a ficar solto e cremoso na altura de ir para a mesa. Este tipo de arroz deve ser servido imediatamente após ser confeccionado

De Grão Longo

Basmati

Tradicional na culinária indiana, é bastante aromático e por isso indicado para receitas mais simples como arroz branco. Ótimo também em saladas e para acompanhamento de pratos como caril.

Jasmim

Arroz com um aroma intenso e floral muito popular na culinária tailandesa. Especialmente indicado para saladas e pratos asiáticos.

Agulha

Coze rapidamente e fica solto, se for cozinhado no ponto. Ótimo para fazer arroz de forno, pi/aí arroz de manteiga, com legumes…

Integral

É um arroz mais rico em vitaminas, minerais e fibras do que o arroz branco. É indicado para receitas tipo pilaf saladas e como acompanhamento de pratos diversos.

Curiosidade

A famosa chuva de arroz no final dos casamentos é uma tradição que está relacionada com a simbologia deste alimento. O grão promete sorte, felicidade, fertilidade e vida longa, tendo-se tornado uma présença habitual neste tipo de festa mas também, sob a forma do tão nosso arroz-doce, em aniversários, romarias e outras festas.

Os tempos de cozedura variam conforme o tipo de arroz. Do mais mais rápido para o mais demorado a ordem é: agulha, basmati e jasmim, carolino, arroz para sushi, arroz para risoto e por fim o arroz integral, que tem o tempo de cozedura mais longo. Para saber os tempos Bimby indicados para cada tipo de arroz consulte aqui.

Poderá gostar...

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.